Sindicato dos Aeroviários no Estado de São Paulo
Quarta, 19 de Janeiro de 2022

Presidente da Azul afirma que investida no Grupo Latam “ficou muito cara”

27/11/2021

john-rodgerson-presidente-da-azul-foto-eric-ribeiro-2

 

John Rodgerson, CEO da Azul (Eric Ribeiro/M&E)

O presidente da Azul, John Rodgerson, comentou sobre a investida que tentou fazer no Grupo Latam, considerada “incompleta” e “insuficiente pela própria Latam, de acordo com o CEO Roberto Alvo. Houve até uma “manifestação de interesse”, que foi avaliada pelos credores, acionistas e pela própria companhia, que, no entanto, não foi qualificada para se tornar uma proposta oficial, por não atender às condições desejadas.

“A Azul chegou a apresentar uma manifestação de interesse, mas era incompleta, inaplicável e insuficiente, então descartamos logo essa possível proposta. Não foi possível atuar sob essa proposta com os atos que eles nos enviaram, já que nenhuma empresa ofereceu um aporte tão grande como Qatar Airways, Delta e Família Cueto, que se uniram para apoiar a Latam e garantir novos recursos de mais de US$ 5,5 bilhões”, disse.

Em entrevista ao Estadão, John afirmou que “se o mundo girar e tivermos uma oportunidade, vamos olhar. Mas, nessas condições, não faríamos (uma nova proposta). Ficou muito caro, e a essência da empresa não mudou. Os custos com folha de pagamento, por exemplo, continuam iguais”, afirmou o CEO.