Sindicato dos Aeroviários no Estado de São Paulo
Segunda, 18 de Outubro de 2021

Brasileiros vacinados já podem viajar para a terra da Rainha

09/10/2021

A Inglaterra é mais um destino turístico importante da Europa a abrir as fronteiras para os brasileiros (Foto: Reprodução)

Notícia boa no turismo! Se você tem planos de viajar pela Inglaterra para explorar os pontos turísticos da terra da Rainha Elizabeth II, saiba que a partir desta segunda-feira, 11, os brasileiros 100% vacinados contra a Covid-19 estarão liberados para entrar no Reino Unido.

Dos destinos europeus mais procurados, primeiro foram a França e a Suíça, depois a Alemanha, agora o  governo do Reino Unido é quem tem a iniciativa de liberar a entrada de brasileiros completamente imunizados ao reconhecer o programa brasileiro de vacinação.

Com a medida, os viajantes que tenham tomado as duas doses de AstraZeneca ou Pfizer, ou a dose única da Janssen há mais de 14 dias poderão utilizar o certificado de vacinação para entrar no país sem precisar de quarentena. Pelo menos por enquanto a Coronavac não está liberada pelo governo britânico.

O que você precisa - Além do certificado de vacinação, os viajantes vão precisar preencher um formulário e realizar um teste RT-PCR dois dias após a chegada com despesa a cargo do viajante. Crianças com menos de cinco anos estão dispensadas do exame. O governo britânico prometeu aceitar também os testes de antígeno, que são mais rápidos e baratos, mas isso ainda não data definida.

De acordo com levantamento da plataforma Melhores Destinos, as companhias aéreas TAP e Latam estão com voos para Londres a partir de R$ 2.665 ida e volta, já com as taxas. O menor valor é saindo de São Paulo e do Rio de Janeiro, mas há saídas de outras cidades brasileiras.

A maioria das companhias aéreas não disponibiliza bagagem despachada nas tarifas mais baixas. Entretanto, na maioria das vezes é possível selecionar uma tarifa um pouco mais cara que inclui o despacho na tela de seleção de voos. Leve isso em consideração ao comparar os preços.