Sindicato dos Aeroviários no Estado de São Paulo
Quarta, 01 de dezembro de 2021

Campanha de violência contra a mulher ganha força em Manhuaçu

08/10/2021

convenio-_0

A Polícia Militar de Manhuaçu e o Centro Universitário Unifacig assinaram Protocolo de Intenções referente à prevenção a violência doméstica e familiar contra a mulher. A cerimônia aconteceu na sede do 11° Batalhão, com participações do Comandante da Unidade, tenente coronel Luciano Reis, o reitor da UNIFACIG, Thales Hannas, coordenadoras do Núcleo de Práticas Jurídicas e curso de direito e membros da equipe da Patrulha de Prevenção à Violência Doméstica (PPVD).

A partir da assinatura desse convênio, as vítimas de violência serão encaminhadas ao Núcleo de Prática Jurídicas da Unifacig, de acordo com cada caso. “Esse é um passo importante para o fortalecimento da rede de apoio à mulher vítima de violência doméstica”, diz o comandante.

Além disso, segundo ele, o convênio garantirá às mulheres encaminhamento para resolução de conflitos interpessoais nas questões cíveis, contando com atendimento personalizado e com profissional habilitado na área, pois é perceptível que casos de violência no ambiente doméstico e familiar em que não há consenso na resolução de divórcios, guarda dos filhos e pensão alimentícia, muitas vezes se arrastam por longos períodos e causam traumas a todos os integrantes do núcleo familiar.

A PM disponibilizará, com recursos humanos e operacionais, a realização de palestras, campanhas e atividades educativas em ação conjunta com o curso de Direito, visando a conscientização da sociedade acadêmica e externa.

“A parceria firmada apresenta um importante meio de interação entre a comunidade mais vulnerável e as instituições envolvidas, representando um verdadeiro marco para a democratização do acesso à justiça”, diz o tenente coronel.

O convênio ressalta ainda a importância de vítimas ou pessoas que queiram denunciar, o façam através dos telefones 180 (Disque Denúncia), 190 (Emergências Policiais) e 31 99410-0807 (Atendimento virtual Frida da Delegacia de Mulheres de Manhuaçu).