Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

15/09/2020

Aeroporto de Brasília tem quarto mês de retomada das operações aéreas

1_190719___aeroporto___helicoptero_62-6286269

Em agosto, terminal teve um aumento de 54,1% no fluxo de passageiros quando comparado a julho. Azul espera operar 505 decolagens diárias em outubro para 89 destinos

As operações aéreas começam a retomar a normalidade. O Aeroporto de Brasília fechou o mês de agosto com 401.316 passageiros, um crescimento 54,1% a mais do que em julho. No período foram realizados 5.532 pousos e decolagens. Este é o quarto mês consecutivo em que o terminal da capital federal registra aumento na movimentação desde o início da pandemia do novo coronavírus. Apesar da recuperação, o fluxo de agosto ainda foi 68,87% menor do que o registrado no mesmo mês de 2019.

Para Roberto Luiz, head de Negócios Aéreos da Inframerica, administradora do Aeroporto de Brasília, apesar da movimentação ainda ser inferior ao pré-covid, a retomada das operações vem acontecendo de forma gradual, mês a mês. “Fizemos diversas adequações no nosso terminal, assim como as companhias aéreas, e isso está trazendo mais confiança para o usuário. O trabalho está sendo realizado com muita cautela e atenção. Quem precisar viajar vai notar todas as mudanças que estamos fazendo para que possam voar com mais tranquilidade”, diz.

O Aeroporto de Brasília tomou diversas medidas sanitárias para enfrentamento ao coronavírus. Embarcar está diferente, mas aos poucos se torna habitual. A temperatura dos passageiros é aferida tanto no embarque quanto no desembarque, foram instalados dispensers de álcool gel por todo o terminal aéreo, no chão estão demarcadas as regras de distanciamento social e a higienização foi intensificada. Além disso, é obrigatório o uso de máscara em todo o terminal aéreo.

Mais voos e destinos

A companhia Azul volta a operar em Sorriso, no Mato Grosso, e adiciona novos mercados de atuação, mantendo ritmo de recuperação do modal aéreo no Brasil. Nesta terça-feira (15/9), a empresa anunciou que espera operar 505 decolagens diárias em outubro para 89 destinos. A capacidade doméstica planejada para o próximo mês representa cerca de 60% da operação da companhia em relação ao mesmo período do ano passado.

Além da reabertura de Sorriso, no Mato Grosso, a partir de 1º de outubro, a malha do próximo mês prevê novas rotas de Campinas, o principal centro de conexões da Azul no Brasil, para Rondonópolis, Juazeiro do Norte e Petrolina. Guarulhos também receberá novos voos para a cidade do interior do Ceará e Curitiba, enquanto Vitória da Conquista, na Bahia, terá ligações diretas para Confins e Salvador.

“Seguimos com nosso plano de retomada do serviço de transporte aéreo em todas as regiões do Brasil. A Azul é a maior companhia aérea em número de destinos e voos diários e reforçamos essa nossa posição na malha de outubro, criando novas ligações em todas as regiões do país e estimulando as pessoas a viajarem com segurança, seja a lazer ou a trabalho”, diz Abhi Shah, vice-presidente de Receitas da Azul.

Segundo maior centro de conexões da companhia no Brasil, Recife ganhará uma nova rota para Manaus, com aeronaves modelo Airbus A320neo, que podem transportar até 174 passageiros. A capital amazonense também recebe o incremento de uma nova operação para Santarém e, ainda na região Norte, a capital paraense, Belém, terá novas opções de voos diretos da Azul para Fortaleza.

No Sul do país, Curitiba terá novos voos para Guarulhos, Campo Grande, Foz do Iguaçu, Londrina e Maringá e Porto Alegre será conectada com ligações diretas para Foz do Iguaçu, a bordo dos aviões ATR 72-600, com 70 assentos. Todos os novos voos já estão sendo comercializados nos canais oficiais da Azul.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678