Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

02/09/2020

Efeito Covid: passagens aéreas no Brasil registram queda de preço histórica

aereas

A pandemia provocou uma queda de 34% nos preços das passagens de avião no Brasil no segundo trimestre deste ano, ante igual período de 2019, segundo os dados mais recentes da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil). A tarifa média doméstica ficou em R$ 294,92 entre abril e junho, quando Latam, Azul e Gol tiveram de deixar suas aeronaves no chão por causa do coronavírus. É a maior redução de preços registrada em um segundo trimestre desde a crise global de 2009.

A crise bateu no setor já em março, quando as companhias começaram a reduzir a oferta de voos, mas o pior cenário veio no segundo trimestre, quando a Latam cortou sua oferta de viagens domésticas em 90,2%. Gol e Azul reduziram em 89,9% e 81,4%, respectivamente, ante o mesmo período de 2019.

Ainda segundo a Anac, 12,6% das passagens para voar no Brasil foram vendidas com tarifas abaixo de R$100. E 57%, abaixo de R$ 300. As passagens com preços acima de R$ 1.500 foram apenas 0,9% do total.

Na Latam, a tarifa aérea média doméstica caiu 38,9% na comparação com o segundo trimestre de 2019. A Gol teve uma redução de 36,7% e a Azul, de 25,5%.

 O combustível também ficou mais barato. No período, o querosene de aviação, que representa quase um terço dos custos e despesas operacionais no transporte aéreo, ficou 37% mais baixo, o que teria ajudado as companhias em dificuldade. Porém, a alta no câmbio pesou nas contas do setor.
 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678