Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

26/06/2020

Tripulantes da Azul aprovam acordo de redução de jornada de quase 40% até 2021

88496221_ec_sao_paulo_sp_16-06-2020_movimentacao_no_aeroporto_de_congonhas_depois_de_passar_por_uma_2

Os tripulantes da Azul aprovaram um acordo coletivo para o período de crise que prevê uma redução média de remuneração da ordem de 37% até o fim de 2021, com redução proporcional de jornada e estabilidade no emprego durante o período. 

O percentual de redução segue uma tabela regressiva que varia ao longo dos trimestres, com previsão de ampliação da jornada na medida em que a demanda for sendo retomada. 

O acordo da Azul prevê três programas voluntários: licença não remunerada, aposentadoria e demissão, com manutenção do plano de saúde e benefício de viagem. Quanto mais tripulantes aderirem aos programas voluntários, menor será o desconto salárial da tripulação remanescente. O plano prevê anda gatilhos para recompor a remuneração caso a demanda volte mais rápido do que o previsto.

O plano teve a aprovação de mais de 80% dos tripulantes, em uma votação on-line de dois dias conduzida pelo Sindicato Nacional dos Aeronautas, e encerrada nesta tarde. 

Em meio a crise do coronavírus que afetou as companhias aéreas de forma dramática, a Azul está voando cerca de 150 voos por dia. Antes da crise, eram cerca de 1.000 voos diários.

Dentre as três grandes aéreas brasileiras, falta aprovar o acordo coletivo da Latam. As negociações estão difíceis e os termos propostos pela empresa, com reduções permanentes na política de remuneração, têm sido duramente criticados pelos tripulantes.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678