Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

06/02/2019

Aeroporto de Joinville vai ser privatizado, diz Ministério da Infraestrutura

O aeroporto Lauro Carneiro de Loyola, de Joinville, será incluído na lista de aeroportos da Infraero que irão a leilão para serem privatizados. A informação é do Ministério da Infraestrutura. O aeroporto vai integrar o chamado "pacote Sul" na licitação confirma a assessoria de imprensa do ministério.

 

A princípio serão nove aeroportos que vão integrar este bloco de venda. Além de Joinville, também serão leiloados o de Curitiba - o maior, mais moderno e mais atrativo de todos; e os de Navegantes, Londrina, Uruguaiana, Bagé, Pelotas e, talvez, Foz do Iguaçu. 

Estudos preliminares indicam que para este conjunto de terminais aeroportuários seja necessário investimentos de US$ 535 milhões.  

Até 2020

O anúncio oficial, com os detalhes de todo o processo de licitação (data e condições técnico-jurídicas) virá com a publicação da sexta rodada de leilões dos aeroportos, esperada para ocorrer até o final deste ano ou, no máximo, até meados de 2020.

A definição será conhecida após a venda de aeroportos localizados na região Nordeste, e que compõem a quinta rodada de leilões - esta prevista para acontecer ainda neste semestre.   Representantes da prefeitura, de entidades empresariais de Joinville e da Infraero conversaram sobre o assunto na semana passada. 

Dúvida 

O tema é sensível e nem todos estão convictos de que a privatização ajudará a melhorar a qualidade do aeroporto local. Há quem tema o seu esvaziamento. Atualmente com poucas frequências diárias de voos, e espremido entre Curitiba e Navegantes, o Lauro Carneiro de Loyola permanecerá atrativo para a iniciativa privada, que, lógica e legitimamente procurará obter lucro e retorno sobre o investimento a ser feito na aquisição?

Campanha

Já faz mais de ano que foi criado o grupo #voeporjoinville tenta convencer as companhias aéreas a aumentar a oferta de horários. Até agora, sem sucesso. E, claro, quando se sabe que a privatização se aproxima, uma pergunta se impõe: faz sentido bancar campanha publicitária para chamar a população a usar o aeroporto local?

Queda preocupa 

A movimentação de passageiros no aeroporto de Joinville não chega a 500 mil embarques e desembarques por ano. O recorde foi em 2015, com 517 mil.  O número de passageiros caiu no ano passado em relação a 2017; e nos terminais concorrentes mais próximos - de Navegantes e Curitiba - o número cresceu.

Os dois, cada vez mais, absorvem passageiros de Joinville. Isto deriva de uma situação antiga: há poucos voos originados de Joinville, o que faz as pessoas procurarem outras alternativas. Empresas aéreas exigem mais usuários para colocar mais fre

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678