Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

04/06/2018

Companhias aéreas devem registrar lucro de US$ 33,4 bilhões em 2018, diz IATA

As companhias aéreas devem registrar um lucro líquido de US$ 33,4 bilhões em 2018. A previsão deste forte desempenho é da Associação Internacional dos Transportes Aéreos (IATA), mesmo com um aumento dos custos operacionais. A margem de crescimento para este ano deve ser de 4,1%. Os custos são os grandes responsáveis pela IATA ter reduzido em US$ 5 bilhões os ganhos para este ano, bem diferente dos US$ 38,4 bilhões de 2017.

“A lucratividade sólida continua bem em 2018, mesmo com o aumento dos custos. Pelo quarto ano seguido, o retorno do capital investido irá exceder o custo com o próprio. Em longo prazo, os lucros convencionais estão se tornando normais para as companhias. Isto permite um maior crescimento de fundos, aumento de funcionários, uma balança comercial fortalecida e recompensas aos investidores”, disse Alexandre de Juniac, CEO da IATA.

AMÉRICA LATINA & BRASIL

Com relação somente às companhias aéreas da América Latina, houve uma grande recuperação do desempenho financeiro em geral, o que trouxe um lucro líquido de US$ 900 milhões, acima dos US$ 500 milhões registrados em 2017. Por passageiro voado, as companhias ganharam US$ 2,95.

De acordo com a IATA, os números retomam o momento saudável da indústria após perdas que chegaram a US$ 1,6 bilhão desde 2015, quando a região inteira sofreu com a queda do preços dos commodities.

“A restruturação, preços mais fortes de commodities e a recuperação da economia brasileira ajudaram a melhorar a situação”, disse a IATA. A organização lembra, no entanto, que os problemas como infraestrutura inadequada, regulações e alto custo para operar em cada país ainda são uma realidade.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678