Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

08/04/2018

Programas de fidelidade atraem usuários e novos clientes

Companhias como Dotz, Multiplus, LTM, Netpoints e Smiles ganham mais adeptos, que aproveitam benefícios - ERICK PINHEIRO / REPRODUÇÃO

O empresário Wilson José Lourenço Machado, de Itapetininga, na Região Metropolitana de Sorocaba (RMS), aderiu há alguns anos a um programa de fidelidade com o qual realiza compras com descontos, acumula pontos de vantagem e agrega benefícios que ele entende serem importantes e que já fazem parte de sua rotina. 

Cita como exemplo o fato de poder adquirir ingressos para espetáculos e shows a custo menor ou até sem precisar pagar. Machado se cadastrou em programa oferecido por uma rede de postos de combustível e também acumula pontos no cartão de crédito. 

"Eu a princípio não entendia muito bem o funcionamento, mas vi que realmente era bom. Começa que é gratuito, ou seja, não tem despesas para se inscrever e participar. Daí a fazer uso é bastante prático e simples. Hoje, já conheço bem a dinâmica. Sei como, quando e onde utilizar." 

Como ele, outro empresário também de nome Wilson, Wilson Patat, participa de programas de fidelização. "Cheguei a pagar uma viagem ao exterior com a milhagem que acumulei. É preciso administrar o uso do cartão de crédito e somar pontos, sem comprometer o orçamento. Se essa regra simples, de gastar só aquilo que está dentro do limite e abaixo do que se ganha for praticado, o interessado já tem meio caminho andado. Eu não tenho do que me queixar; ao contrário, no meu caso só obtive vantagens", afirmou. 

Os dois empresários fazem parte do universo de quase 108 milhões de pessoas cadastradas em todo o País nos chamados programas de fidelidade, segundo balanço divulgado no final do ano passado pela Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf). A entidade não dispõe de dados sobre Sorocaba ou região. 

A associação nasceu em 2014 com o objetivo de debater questões institucionais e regulatórias do setor, representar os interesses de empresas e profissionais, além de fomentar ações para o fortalecimento e aperfeiçoamento contínuo do mercado brasileiro de fidelização. Fazem parte da entidade oito das maiores companhias do segmento no País: Dotz, Grupo LTM, MasterCard, Multiplus, Netpoints, Smiles, TudoAzul e Visa. A MasterCard e a Visa são as mais recentes empresas associadas à Abemf, mas seus números ainda não foram contabilizados nos indicadores da associação. 

O levantamento aponta que os participantes das empresas que operam com programas acumularam 62,1 bilhões de pontos/milhas no terceiro trimestre de 2017, o que representa um aumento de 23,2% na comparação com o mesmo período de 2016. A quantidade de pontos/milhas resgatados chegou a 50,5 bilhões, um crescimento anual de 28%. Somente no terceiro trimestre, os programas ganharam mais de 7 milhões de novos cadastros, alcançando 107,9 milhões em todo o País. 


Roberto Chade é presidente da Abemf, que existe desde 2014 - DIVULGAÇÃO

Roberto Chade é presidente da Abemf, que existe desde 2014 - DIVULGAÇÃO

 

Ao Cruzeiro do Sul, o presidente da Abemf, Roberto Chade, disse que o mercado de fidelização é relativamente novo no Brasil. O crescimento ocorre porque cada vez mais pessoas passam a conhecer e a enxergar benefícios nesse tipo de programa. O investimento das empresas para torná-los mais atrativos e aumentar as oportunidades de acúmulo e resgate também tem influência nessa expansão. 

"E não é somente a entrada de novos participantes que impactam no incremento das atividades do setor. Ele se desenvolve também pelo maior engajamento de quem já é cliente, que ao descobrir valor no uso de pontos/milhas, tende a utilizá-los cada vez mais em atividades cotidianas", segundo Chade. 

O estudo da associação apontou ainda que as principais fontes de emissão de pontos/milhas continuam sendo o cartão de crédito e o varejo, responsáveis por 85,4% do total acumulado. Os outros 14,6% vêm de companhias aéreas. No momento da troca por produtos ou serviços, as viagens ganham mais destaque. Os bilhetes aéreos são a preferência de 75,8% dos pontos/milhas resgatados e 24,2% vão para a aquisição de produtos e outros serviços. 

Roberto Chade diz que a previsão é de que o setor continue crescendo, mantendo o ritmo de entrada de novos participantes. 
  
Veja como funcionam esses programas 

Conceito ainda pouco assimilado, os programas de fidelização têm uma dinâmica própria e ao mesmo tempo fácil de ser interpretado por aqueles que se dispõem a conhecê-los, de acordo com o presidente da Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (Abemf), Roberto Chade. Ele esclarece algumas das principais dúvidas: 

O que são e no que consistem os programas de fidelidade? 

Os programas de fidelidade são uma forma de gratificar o consumidor que é fiel a determinada marca ou empresa, por meio da oferta gratuita de pontos/milhas que podem ser trocados por produtos ou serviços. 

Desde quando essa prática existe no País? 

No Brasil, os programas de fidelidade nasceram com as companhias aéreas, ainda nos anos 1990. Esse é um dos motivos pelos quais ainda hoje são muito relacionados ao resgate de passagens de avião. Porém, este cenário tem mudado bastante. 

Como funcionam os programas de fidelização? 

Por meio de um cadastro gratuito, o participante pode acumular pontos/milhas em diferentes compras e atividades do dia a dia: no supermercado, comércio físico e on-line, postos de combustível, viagens e cartão de crédito. O saldo acumulado pode ser trocado por passagens, produtos e serviços ou mesmo por descontos em novas compras. 

Quem pode participar e como fazer para participar? 

Os programas de fidelidade atendem a todos os perfis de participantes, de qualquer classe social e em todas as regiões do País. Desde quem possui gastos elevados no cartão de crédito ou é um viajante frequente, até os consumidores de menor renda, que podem acumular pontos com as compras que já fazem no dia a dia, em drogarias, supermercados, postos de combustível, entre outros. 

Quais as vantagens e benefícios a quem participa? 

A participação nos programas é gratuita, o que significa que o cliente pode decidir participar em vários programas, escolhendo em qual deles e em que momento acumular e resgatar. Além disso, os programas oferecem opções para acúmulo e troca de pontos/milhas, permitindo acumular em compras do dia a dia, sem a necessidade de aumentar gastos, e trocar por produtos e serviços variados, de acordo com seu desejo e necessidade. 

Como é feita a contagem dos pontos acumulados pelos participantes? 

Cada programa de fidelidade tem seu sistema e regras para oferta de pontos/milhas. Isso depende da negociação com parceiros. Para o consumidor, é importante acompanhar o saldo por meio do extrato, disponível no site dos programas. 

Qual o prazo para uso dos pontos acumulados? 

O código de autorregulação da Abemf, lançado em 2016, determina um prazo mínimo de dois anos para a expiração dos pontos/milhas. No entanto, esse período pode ser maior, dependendo da estratégia de cada empresa. 

Por que a maior destinação dos pontos são para programas de milhagem oferecidos por companhias aéreas? 

As passagens aéreas são bem vistas pelos participantes no momento do resgate, representando 75,8% do total de pontos/milhas trocados no terceiro trimestre de 2017, segundo dados da Abemf. 

Que outros destinos têm os pontos? 

Os resgates em programas de fidelidade também vão muito além das passagens aéreas, desde opções simples como descontos em itens de alimentação, combustível, recargas de celular até produtos eletrônicos, de beleza, vestuário, itens para a casa, aluguel de carros e entretenimento. 

Existe custo para o participante do programa? 

O cadastro nos programas de fidelidade é gratuito. E o resgate de produtos e serviços também. O que algumas empresas disponibilizam é a possibilidade de aquisição de produtos com pontos/milhas mais dinheiro. Uma oportunidade para quem não tem saldo suficiente para resgatar o que deseja, mas quer aproveitar bons descontos.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678