Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

04/04/2018

Com Azul, Argentina quer tornar Viracopos um novo hub em SP

Bariloche, Mendoza e agora Jujuy são alguns dos atrativos que a Argentina oferece ao mercado brasileiro. Se o nosso turista, assim como os demais viajantes, utiliza Buenos Aires como a porta da entrada, a capital será apenas algumas das opções que o país do tango irá entregar aos turistas.

Essa gama de ofertas só será possível com o aumento da oferta aérea. Com centenas de voos diários ligando Brasil a Buenos Aires, sobretudo de São Paulo, ainda há uma grande lacuna para ser preenchida. E a Azul será uma parceira primordial para a expansão no País, como revelou o ministro de Turismo da Argentina, Gustavo Santos.

Em entrevista ao Portal PANROTAS, o mandatário adiantou que os voos para Córdoba e Rosário não serão os únicos a serem lançados pela transportadora presidida por John Rodgerson. A partir do segundo semestre deste ano, o aeroporto de Viracopos, em Campinas (SP), ganhará voos para Buenos Aires.
 

Henrique Santiago
O ministro Santos articula a criação de voos desde Campinas até Buenos Aires
O ministro Santos articula a criação de voos desde Campinas até Buenos Aires

A ideia, segundo Santos, é fazer desse terminal um segundo hub em São Paulo, juntamente Guarulhos. “Vamos ganhar muitos assentos este ano e a Azul é uma parceira muito importante nesse crescimento”, avaliou.

Com o andamento desse projeto, previsto para julho, a Argentina planeja saltar de 1.245 milhão de turistas brasileiros no ano passado, alta de 15%, para 1,5 milhão até dezembro de 2018.

A ampliação de assentos seguida por novas opções de voos em novas cidades é vista por Gustavo Santos como saudável para a indústria. Em um país em que a Aerolíneas Argentinas, a transportadora bandeira, é responsável pela maior parte do tráfego doméstico e internacional, trazer outras companhias aéreas irá beneficiar o passageiro, segundo ele.

A Latam Airlines, Gol e Aerolíneas foram responsáveis por 83% de todo o transporte de brasileiros para a Argentina em 2017. “É importante frisar que não estamos disputando ou criando concorrência. Vamos disponibilizar mais oferta e, com isso, as passagens vão ficar mais baratas para os passageiros”, acredita Santos.

O plano de estratégia do ministro argentino coloca a conectividade aérea como prioridade. À parte desses investimentos, ele pretende tornar o voo para Bariloche como regular dentro de sua gestão – Gol, Latam e Azul voam durante a alta temporada. O destino reconhecido pelo brasileiro como o primeiro contato com a neve "trouxe" esse fenômeno para São Paulo.

Apresentar Ushuaia para o brasileiro também está na agenda do argentino e até hoje não houve nenhuma conexão direta desde o Brasil. No entanto, não há nenhuma companhia aérea parceira envolvida nesses projetos.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678