Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

09/01/2018

Ação coletiva acusa aéreas dos EUA de conspiração

American, United e Delta são acusadas de conspirar, junto à Southwest, por benefício mútuo, infringindo as leis antitruste dos EUA

As quatro principais companhias aéreas dos Estados Unidos foram acusadas de conspirar preços e capacidade para benefício mútuo, infringindo leis antitruste estadunidenses. Conforme divulgado pelo portal Travel Weekly, nesta segunda-feira (8), a Southwest entrou em acordo para pagar US$ 15 milhões após a aprovação inicial de uma ação coletiva movida por passageiros. A alegação ainda aponta Delta, United e American Airlines como integrantes da conspiração.

Os autores da ação alegam que as aéreas violam as leis desde 2009, lucrando com as limitações de capacidade e, assim, com o aumento de tarifas. O fato, inclusive, é citado pelo portal ao tentar explicar o encolhimento do número de companhias aéreas principais nos céus norte-americanos, caindo de 11 para quatro desde 2006.

Divulgação / Boeing
Southwest preferiu pagar o acordo para acabar com maiores especulações
Southwest preferiu pagar o acordo para acabar com maiores especulações


Mesmo ainda faltando a aprovação final da ação movida contra as aéreas, a Southwest admitiu o acordo e justificou o pagamento milionário como uma maneira de evitar maiores distrações causadas por uma acusação deste tipo.

Já United, Delta e American, por outro lado, se defendem ferrenhamente das alegações. Porta-voz da Delta, Morgan Durant inclusive chegou a colocar a acusação como "ofensiva".

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678