Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

04/01/2018

Governo admite negociar parcerias com Embrae

KC 390 entra na lista de interesses da Boeing na Embraer

Sem aceitar que o comando da Embraer seja da norte-americana Boeing, o governo brasileiro já admite negociar outros diferentes tipos de parcerias, incluindo a seção militar, como já se especula o interesse da empresa estrangeira, de acordo com o jornal Valor Econômico.


A publicação revela que o governo enxerga um grande espaço para parcerias em áreas como as de comercialização, logística, compra de insumos e distribuição de produtos. "A Boeing não tem o produto fabricado pela Embraer em sua prateleira", segundo uma fonte contatada pelo Valor. Um exemplo é o KC 390, avião militar brasileiro, que aparece entre os focos de interesse da empresa dos Estados Unidos.

Mesmo diante da negociação, o governo nunca admitiu perder sua Golden Share, ação que o coloca no topo das decisões, fato que foi confirmado pela mesma fonte ao jornal e que não deve impedir o negócio. Já as conversas entre Boeing e Embraer seguem a todo vapor, colocando sempre o interesse do governo à frente para não haverem conflitos.

A empresa brasileira vê com bons olhos um possível aporte financeiro ao entender que a indústria aeroespacial global passa por um processo de consolidação, no qual precisará de mais fôlego para investir.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678