Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

28/11/2017

Aéreas e seguradoras chegam a acordo sobre o 11/9

Os trágicos atentados cometidos em solo norte-americano em 2001, com a queda das torres gêmeas, em Nova York, continuam a entrar no noticiário mundial. Nesta segunda-feira, seguradoras das companhias aéreas afetadas pelos ataques (notadamente American Airlines e United Air Lines) chegaram a um acordo de indenização com os gestores do complexo do World Trade Center, a Silverstein Properties.


Alegando falhas na segurança que tornaram possíveis os ataques, a Silverstein Properties exigia mais de US$ 1 bilhão em indenizações para companhias aéreas e aeroportos. O acordo firmado com as seguradoras, no entanto, trata do pagamento de parte de um pedido que totaliza US$ 95 milhões.

Sobre o processo, advogados de ambas as partes descreveram as negociações como “longas e exaustivas”. “A aprovação pela corte do acordo de indenização coloca um ponto final nesta dura disputa de 13 anos, com termos acordados por todas as partes”, disseram os participantes, de acordo com o portal Travel Mole.

Disputas similares com outros envolvidos no episódio já garantiram ao complexo do World Trade Center mais de US$ 5 bilhões, dinheiro que foi utilizado para financiar a reconstrução da área onde estavam construídas as torres gêmeas.

“Nós nunca nos esqueceremos daquele dia terrível e o impacto permanente da perda trágica de 23 membros da família American Airlines”, afirmou o porta-voz da aérea, Matt Miller.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678