Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

17/10/2017

Refeição 'grátis' volta a ser usada por aéreas dos EUA

Há mais de dez anos, as aéreas estadunidenses deixaram de servir refeições gratuitas (ou incluídas no preço da reserva) em seus voos domésticos, e agora há um movimento contrário. De acordo com o The New York Times, que entrevistou personalidades de longa data no Turismo, as empresas estão voltando a oferecer o serviço ao perceber novos benefícios associados ao oferecimento das refeições.


O ex-CEO da Expedia, agora à frente da Uber, Dara Khosrowshahi, afirmou que "a indústria está se recuperando financeiramente só agora", e por isso, as companhias estão começando oferecer Wi-fi, mais opções de entretenimento e as refeições.

A Delta interrompeu o serviço em 2001 como uma medida para cortar custos, assim como muitas outras aéreas. E, desde março deste ano, a companhia estadunidense voltou a oferecer, nos seus voos domésticos mais longos, opções de café da manhã, almoço e janta. A intenção é expandir para voos mais curtos também.

Para a vice-presidente de Serviços de Bordo da Delta, Lisa Bauer, os lanches passaram por uma revisão, e ao invés de "amendoim e pães sem marca", estão disponíveis escolhas de salgados, doces, comidas saudáveis e sem glúten; que ainda variam a cada seis meses.

A American Airlines aderiu ao movimento e incluiu as refeições em maio para clientes das rotas entre Los Angeles ou San Francisco e Nova York. Dependendo do horário será oferecido café da manhã ou um sanduíche, batatas chips e sobremesa. Uma opção vegetariana e um prato de frutas e queijos também estão disponíveis.

Divulgação/United


Já a United Airlines não planeja reimplantar as refeições a bordo, de acordo com o porta-voz Joanthan Guerin. No entanto, desde o ano passado, a aérea oferece aperitivos para passageiros da classe econômica em voos domésticos e da América Latina.

Khosrowshahi ainda afirmou que os consumidores olham preço e horário do voo, e não suas amenidades. Enquanto Lisa assumiu que uma refeição gratuita não mudará a opinião dos passageiros. Porém, a executiva da Delta espera que ao escolher o(s) voo(s) as pessoas prefiram fazer uma viagem só por um preço mais alto e com amenidades à fazerem voo com escala.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678