Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

09/10/2017

Os aeroportos estão se tornando mais sustentáveis; veja como

Enquanto o barulho de milhões de turbinas de aeronaves decolando faz coro pelo mundo, alguns arquitetos visionários pensam em construir um sistema de aeroportos menos ruidosos, mais sustentáveis e ecológicos. E ‘sustentável’ não quer dizer apenas reduzir a poluição sonora e atmosférica, mas também envolve a preocupação com as comunidades locais e o meio ambiente, priorizando o crescimento econômico e gerando progresso social. Mas o que tem sido feito na prática em relação a estas questões?


Pode-se dizer que o pioneiro em sustentabilidade foi o aeroporto O'Hare, em Chicago (EUA), que em 2003 criou o Sustainable Airport Manual (SAM), por meio do qual todos os tipos de operações são certificadas, desde os procedimentos de manutenção até o que acontece nos hangares. O SAM não se aplica apenas a atividades terrestres, mas também às próprias aeronaves: as companhias aéreas que utilizam o aeroporto são categorizadas sob a certificação Green Airplane, por meio de um sistema de cinco níveis.

Desde então, tem se dado mais destaque a questões como a redução dos níveis de ruído e a melhoria da qualidade do ar, além do uso adequado dos recursos naturais, o que envolve a poluição luminosa e também a proteção da fauna e da vegetação ameaçadas.

Outro bom exemplo é o aeroporto de Incheon, na Coreia do Sul, que além de utilizar eletricidade proveniente de placas fotovoltaicas, também é abastecido por luz natural por meio de seu teto de vidro. Para o ano que vem, a ideia é criar espaços que comportem jardins e hortas dentro do aeroporto.

PASSAGEIROS EXIGENTES 
Grande parte da pressão para que os aeroportos se tornem mais verdes provém dos residentes locais. Em todo o mundo, as pessoas que vivem perto de aeroportos estão forçando as autoridades a ficar de olho nas condições mínimas de sustentabilidade, o que tem aumentado a fiscalização. Os passageiros também contribuem para esse processo, já que muitos deles escolhem a companhia aérea pelo fato de ela ser sustentável, menos ruidosa ou poluente, o que mostra que as práticas sustentáveis são um poderoso meio de fidelização.

Também é possível saber se os aeroportos e companhias aéreas seguem o protocolo verde por meio de prêmios que eles recebem. Um dos mais conceituados é o fornecido pelo Airports Going Green, órgão global que abrange aeroportos e seus consultores em toda a América do Norte, Europa, Ásia e Oriente Médio. No ano passado os vencedores incluíram o aeroporto Phoenix Sky Harbor International, no Arizona (EUA), que se destacou pelo PHX Sky Train, sistema de transporte automatizado que ganhou a classificação de ouro da LEED por sua redução das emissões de gases de efeito estufa do aeroporto em quase seis mil toneladas por ano.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678