Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

22/09/2017

EUA: aumento da taxa de embarque divide opiniões entre aéreas e aeroportos

22walk-1000x563

A aviação comercial norte-americana está mais uma vez dividida. Aeroportos e companhias aéreas debatem a possibilidade de aumentar a taxa de embarque de passageiros a fim de garantir fundos de investimento para a melhoria geral da infraestrutura aeroportuária dos Estados Unidos. Uma série de executivos ligados aos aeroportos mais importantes do país já fazem aquele clássico “lobbying” junto aos legisladores federais com o objetivo de aumentar a taxa dos atuais US$ 4,50 para US$ 8,50, quase 100% de aumento.

De acordo com a Airports Council Internacional-North America, grupo industrial que responde pelos aeroportos norte-americanos, esta receita adicional que seria criada com o aumento seria chave para financiar cerca de US$ 100 bilhões em melhorias necessárias em aeroportos por todo o país, especialmente aqueles de menor porte. É bom lembrar que a taxa cobrada atualmente, que pode ser aplicada em quatro segmentos por itinerário de ida e volta chegando ao valor máximo de US$ 18, já é utilizada para pagar a construção de novos aeroportos.

No entanto, as companhias aéreas comerciais se colocaram contra esta possibilidade de aumento, que influenciaria diretamente nas despesas dos passageiros. Para muitas empresas, esta é uma taxa considerada desnecessária a ser cobrada. O temor é que o aumento das taxas – e consequentemente o aumento do custo viagem – poderia reduzir significativamente o número de pessoas voando. O CEO da American Airlines, por exemplo, afirma que a ideia é algo que a companhia não concorda. “Somos contra e permaneceremos contra”, disse.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678