Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Notícias

04/07/2017

Irã aprova criação de 10 novas companhias aéreas; veja detalhes

iranair_a320

As fabricantes Airbus e Boeing precisarão atualizar seus estudos relacionados à demanda de novas aeronaves pelos próximos 20 anos. Isto porque a concorrência deve aumentar significativamente em um dos novos mercados deste século 21: o Irã. O diretor da Organização de Aviação Civil do país, Ali Abedzadeh, confirmou que 10 aéreas start-ups foram aprovadas para iniciar seus respectivos caminhos em busca da certificação e lançamento de suas operações. Com isso, o país passaria a ter 26 companhias aéreas transportadoras de passageiros, enquanto as fabricantes de aeronaves lucrariam ainda mais com a formação de novas frotas.

A partir desta data (04 de julho), as companhias terão seis meses (ou até 12 meses) para criar, completar e implementar toda a sua estrutura organizacional. De acordo com o diretor Abedzadeh, neste momento os investidores já estão comprando suas aeronaves. “Esperamos que algumas destas companhias já comecem a operar dentro dos próximos seis meses”, disse. A ideia, ainda de acordo com o executivo, é que as novas transportadoras foquem nos destinos domésticos e regionais, internacionais e até voos charters.

Atualmente, o Irã conta com 16 companhias aéreas comerciais de passageiros ativas no momento, quatro especializadas em voos charters e outras quatro dedicadas ao transporte de cargas. Entre as que vão nascer, quatro já ganharam nome: Fly Qeshm, Jam Airlines, Nasim Air e Tehran Airlines. Elas se juntarão as atuais: Iran Air, Mahan Air, Iran Aseman Airlines, Zagros Airlines, ATA Airlines, Kish Air, Qeshm Airlines, Meraj Airlines, Taban Air, Iran Air Tours, Caspian Airlines, Taftar Air, Atrak Air e Iranian Naft Airlines.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678