Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

07/02/2017

Mulher é vítima de sequestro relâmpago ao pegar carro do Uber em SP

Uma mulher de 31 anos foi vítima de um sequestro relâmpago em São Paulo na tarde da última quarta-feira, 01/02, após embarcar em um carro do Uber na Vila Olímpia, zona sul da capital paulista.

Segundo o Estadão Conteúdo, o caso foi registrado no 78.º DP (Jardins) e atualmente está sob investigação pelo 15º DP (Itaim Bibi) da Polícia Civil de São Paulo.

Em entrevista ao jornal, a vítima, cuja identidade não foi revelada, disse ter sido agredida e ameaçada pelos três criminosos armados com pistolas durantes as cerca de quatro horas de sequestro. No total, os ladrões roubaram 3.600 reais da mulher, sendo que 2.600 reais deste montante foram gastos na compra de três pares de tênis de marca.

De acordo com a mulher, ela pediu um carro da categoria Uber X na Vila Olímpia, bairro luxuoso de SP, para escapar da chuva. Quando o veículo, um Hyundai Elantra na cor chumbo, chegou, um homem armado se levantou no banco do passageiro e outro, também com um revólver, saiu do porta-malas depois de reclinar o banco traseiro. Depois disso, o carro ainda parou e pegou outro criminoso, que se sentou no banco traseiro junto com a vítima e o outro ladrão.

Em depoimento para a polícia, a vítima afirmou não saber se o motorista, identificado como Gabriel no aplicativo, fazia parte do sequestro relâmpago, destacando apenas que ele “tremia muito” durante o ocorrido.

Após um momento de distração dos criminosos no shopping, onde teve de descer para fazer as compras dos tênis, a vítima conseguiu escapar e fugiu para um banheiro do local, onde conseguiu pedir ajuda

Posição do Uber

Em nota oficial, o Uber diz que se solidariza com a passageira e destaca que suspendeu o motorista do aplicativo até o final das investigações. 

“Nos solidarizamos com a usuária, mais uma vítima de violência na cidade. A Uber sempre colabora com as investigações das autoridades competentes e afirma que o motorista parceiro deste caso está suspenso até o fim das investigações. Além disso, quanto à segurança de usuários, cabe lembrar que a plataforma da Uber tem camadas de tecnologia que agregam segurança antes, durante e depois de cada viagem para os motoristas parceiros e usuários.”

Questionada pela nossa reportagem, o Uber destaca que o pagamento em dinheiro, já apontado antes como um dos fatores para os assaltos contra motoristas e passageiros do aplicativo, irá continuar disponível.

Segurança

Além disso, o Uber também destacou as chamadas “camadas de segurança” oferecidas pelo aplicativo para os usuários. Confira as principais delas abaixo.

“Ao chamar um Uber, é possível  acompanhar o trajeto dele até a chegada no ponto inicial, permitindo que o usuário aguarde a chegada do carro em segurança. Além disso, o usuário tem acesso a foto, nome do motorista, modelo e placa do carro. Vale lembrar que, para se cadastrar como motorista parceiro, é preciso ter carteira de motorista com licença para exercer atividade remunerada - EAR, e passar por checagem de antecedentes criminais. Os carros precisam ser cadastrados com a apresentação de Certidão de Registro e Licenciamento do Veículo, Bilhete de DPVAT do ano corrente. Existe um seguro APP que cobre motoristas e usuários em cada viagem, em caso de acidentes. Quando o usuário precisa contatar o motorista ou vice e versa, o número de telefone é anonimizado.

Ao longo do trajeto é possível compartilhar a sua localização e o tempo de chegada em tempo real com quem o usuário desejar, além do caminho sendo feito pelo motorista parceiro com qualquer pessoa por redes sociais ou mensagem. Caso o usuário tenha um Perfil Familiar, cada vez que uma pessoa cadastrada em seu perfil começa uma viagem, ele pode automaticamente acompanhar o percurso diretamente de seu celular.

Um ponto importante é o sistema de  avaliação mútua após cada viagem. Além de ser anônima, é ela que garante que a plataforma mantenha-se saudável tanto para motoristas parceiros quanto para usuários. Os motoristas precisam ter média de 4,6 (em uma escala de 1 a 5 estrelas) para continuar na plataforma. O usuário também pode ser desconectado da plataforma se tiver uma média baixa de avaliações ou conduta que viole os termos de uso. Após cada viagem, os usuários recebem um recibo com os detalhes do preço e o mapa do trajeto realizado. Caso o passageiro precise reportar algum incidente, a Uber conta com uma equipe de suporte ao usuário que analisa caso a caso.”

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678