Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

13/12/2016

Homem pede esmola, ganha celular e história viraliza na web: 'Quer trabalho'

Mauro ganhou um celular e agora quer um emprego (Foto: Carla Martuscelli/Arquivo Pessoal)

Uma moradora de Santos, no litoral de São Paulo, resolveu ajudar um homem que pedia esmola em uma das ruas da cidade de uma forma diferente. Em vez de dar dinheiro ou comida ao rapaz, a jornalista Carla Martuscelli presenteou o homem com um telefone celular. A ideia veio após uma conversa com o pintor Mauro Silva, que reclamou que não conseguia arrumar um trabalho pois as pessoas não conseguiam contato com ele. A história foi publicada nas redes sociais e, em poucas horas, acabou viralizando e ajudando o desempregado.

Silva mora em São Vicente, cidade vizinha de Santos, há dois anos. Desempregado e sem dinheiro, ele pede esmola e comida, durante todo o dia, em diferentes ruas da Baixada Santista. Apesar disso, o pintor tenta deixar claro, para as pessoas que se aproximam, que o sonho dele é conseguir uma recolocação no mercado de trabalho. O problema, de acordo com ele, é a falta de uma forma de ser chamado para serviços na área que domina.

A atitude de Carla emocionou muita gente. Após ter ganhado o celular, Mauro desfila orgulhoso com uma placa, com o número, pedindo que as pessoas ajudem ele. “Eu havia visto ele algumas vezes pedindo comida, mas na semana passada presenciei um rapaz ofendendo o Mauro e fui perguntar se ele precisava de algo. Ele pediu um marmitex, mas resolvi ir com ele até o mercado e comprar mantimentos. Descobri que ele tem quatro filhas e saiu de Barretos para o litoral. Aí eu quis fazer mais. No dia seguinte, voltei a encontrá-lo e ele disse que queria um emprego, mas estava difiícil porque não tinha contato. Por isso prometi que ajudaria”, diz.

Carla conseguiu com um amigo um aparelho de celular e comprou um chip de uma operadora. Depois, entregou o aparelho para Mauro, escreveu o número em uma folha de papel e postou, na última segunda-feira (12), uma foto em uma rede social pedindo ajuda. Em pouco mais de cinco horas, a postagem já havia viralizado e sido compartilhada por milhares de pessoas.

"Um dos motivos para ele não conseguir um emprego era a falta de um número para contato. Esse problema eu já solucionei. Agora, é importante que as pessoas ajudem com um emprego ou até um 'bico'. Ele é pintor, mas me disse que aceita qualquer trabalho. Fiquei muito feliz que, em pouco tempo, várias pessoas comentaram oferecendo algum tipo de ajuda", destaca.

Na postagem, Carla também colocou os nomes das filhas e o tamanho das peças de roupa que ele e as garotas vestem. "Sei que ele mora na Vila Margarida, em São Vicente, e estou arrecadando mantimentos, produtos de higiene e roupas para entregar na próxima semana. Vamos fazer o fim de ano dessa família mais feliz", finaliza a jovem.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678