Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

06/12/2016

Homens se mobilizam em combate à violência contra a mulher

O Dia do Laço Branco tem o objetivo de alertar os homens sobre agressões e atitudes machistas que podem desencadear diferentes tipos de agressões ou violências contra mulheres

Uma das principais campanhas pelo fim da violência contra as mulheres acontece nesta terça-feira (6), Dia do Laço Branco. A data, celebrada em vários países, tem o objetivo de alertar os homens sobre agressões e atitudes machistas que podem desencadear diferentes tipos de agressões ou violências contra mulheres.

De acordo com a pesquisa “Precisamos Falar com os Homens?”,publicada este ano pela ONU Mulheres, revela que uma em cada três mulheres sofre violência de algum homem ao longo da vida. Entre as 500 maiores empresas do mundo, menos de 5% possuem CEOs mulheres. Uma das propostas da pesquisa é investigar como se formam, se sustentam e de que modo é possível enfrentar os estereótipos masculinos nocivos, que perpetuam a desigualdade de gênero. 

A representante do escritório da ONU Mulheres no Brasil, Nadine Gasman, destaca que a mudança de comportamentos machistas e agressivos é um trabalho que precisa de engajamento e passa por uma educação interna, familiar, social e, até mesmo, empresarial.

Para a antropóloga Elisa Matos, as conquistas femininas foram viabilizadas a partir da conscientização pública de contestação do imaginário machista.

"O debate público sobre violência contra a mulher é tido como algo do cotidiano. Mostrar que isso é errado é um esforço para desconstruir comportamentos misóginos, como piadas machistas e o assédio público, que sempre foram tidas como normais", afirmou. 

O Laço Branco busca promover igualdade de gênero, relacionamentos saudáveis e uma nova visão da masculinidade. São organizados eventos e atividades para sensibilizar, envolver e mobilizar homens no engajamento pelo fim da violência contra a mulher.

Laço Branco

O Laço Branco diz respeito a uma mobilização que surgiu no Canadá, devido a uma tragédia ocorrida em 1989, em Montreal. Naquele ano, Marc Lepine, 25 anos, invadiu uma escola politécnica canadense, ordenou que homens se retirassem, assassinou 14 mulheres e suicidou-se em seguida.

Na carta de suicídio, o assassino afirmou que não suportava a ideia de ver mulheres estudando engenharia, curso tradicionalmente masculino.

A tragédia mobilizou canadenses a criar a primeira campanha do Laço Branco. Entre 25 de novembro e 6 de dezembro daquele ano, foram distribuídos cerca de 100 mil laços entre os homens canadenses. O dia 25 de novembro foi proclamado pela Organização das Nações Unidas, como o Dia Internacional de Erradicação da Violência contra a mulher.

No Brasil, a campanha teve início em 1999, sob coordenação da Rede de Homens pela Equidade de Gênero (RHEG), que reúne organizações não governamentais e núcleos acadêmicos.

 

Em 2007, foi promulgada a lei nº 11.489/2007, que estabelece o dia 6 de dezembro como Dia Nacional de Mobilização dos Homens pelo Fim da Violência contra as Mulheres.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678