Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

21/10/2016

Homens devem se prevenir contra o câncer de mama, dizem médicos

O câncer de mama ainda é uma doença pouco conhecida entre a maioria do público masculino. Mas, apesar de ser mais rara entre eles, pode sim afetar os homens. Dados do Instituto Nacional do Câncer alertam que 60 mil novos casos de câncer de mama devam ser registradas este ano e, desse total, 1% das pessoas atingidas serão do sexo masculino.

Por isso é importante ficar atento ao que acontece com o corpo. O câncer de mama masculino apresenta alguns sinais, como o surgimento de caroços na região do tórax e retração da mama.

O administrador Cesar Pereira de Lima, de 44 anos, que mora em Mato Grosso, descobriu a doença há sete meses e buscou atendimento médico imediato. “Pequena retração do mamilo e um pequeno carocinho parecendo um cabelo encravado. Isso fez com que a gente procurasse um médico. O primeiro médico que nós procuramos disse que não era nada, que eu poderia ficar tranquilo, que isso ia desaparecer e ia voltar ao normal”, disse.

O problema voltou a incomodar durante uma brincadeira com o filho. "Passou um tempo e eu estava brincando com meu filho, brincando de lutinha, e ele bateu em cima e doeu muito. Aí nós fomos atrás do especialista. Foi feito o autoexame e ele disse que a chance do câncer de mama era mais de 90%", contou.

Os homens também têm glândulas mamárias onde o câncer pode se desenvolver. Por isso, Cesar retirou a mama esquerda e um caroço que já tinha avançado para a axila. A doença já estava no nível dois. “Ele não estava mais na mama, ele estava já na axila. Nós estamos na segunda fase da quimioterapia. Já passamos pelas terríveis vermelhihas e agora estamos na fase das brancas", disse.

O tratamento ainda deve continuar pelos próximos meses. "Ainda temos seis sessões de quimioterapia. Depois da quimio vamos fazer a radio [radioterapia]. São 32 sessões de radioterapia. Mas a gente tem que lutar, não pode desistir. Porque existe uma chance grande de cura", disse o administrador.

O médico oncologista Geraldo Alves de Paula Neto explica que o câncer de mama em homens pode aparecer a partir dos 30 anos. E depende dos fatores de risco, entre eles o genético.

“Aqueles pacientes com insuficiência hepática crônica, principalmente a cirrose. O alcoolismo é um fator de risco, obesidade. O câncer de mama masculino hereditário se desenvolve principalmente numa idade mais jovem. A partir dos 30 anos os pacientes que tiveram casos de câncer de mama na família tem que ficar atentos”, disse.

Um alerta importante é sobre o uso de anabolizantes. Essas substâncias podem favorecer o aparecimento do câncer de mama.

“Têm que ficar atentos aqueles jovens que tomam anabolizantes, que desenvolvem ginecomastia depois de um período longo de uso. Eles fazem uma exposição ao estrógeno depois disso para não deixar ficar com ginecomastia. Para esses pacientes este também é um fator de risco”, disse Geraldo.

O administrador ainda está na fase da quimioterapia: perdeu os cabelos, as sobrancelhas, mas o tratamento segue bem. E, para orientar outros homens sobre a doença, ele criou o blog 'Câncer de mama masculino'. É também uma maneira de ocupar o tempo, já que se afastou do trabalho por causa do tratamento.

“Estou começando a compartilhar o passo a passo, como é o tratamento, como são as dores, como são as reações que dá o tratamento. E pretendemos também colocar vídeos. Eu pretendo nos próximos meses entrevistar pessoas e hospitais que tenham o mesmo problema que o meu e divulgar no blog para as pessoas verem que são muitos casos. Apenas eles não conseguem demonstrar e mostrar para todos os casos de que existem", declarou.

Ele também deu dicas para os homens que acham que não podem ter a doença e que evitam ir ao médico. "Não faça como eu. Procure um médico, vá lá, faça um autoexame, faça em casa, não tenha medo porque a sua família precisa de você e os seus amigos precisam de você", afirmou.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678