Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

16/02/2016

Tatuadora desenha sobre cicatrizes de mulheres que retiraram mama

Além de afetar a saúde, o diagnóstico de câncer de mama mexe também com a autoestima das mulheres. A queda do cabelo por causa da quimioterapia e a cicatriz da cirurgia de remoção de parte da mama, ou retirada total, mudam o corpo da mulher e se olhar no espelho acaba não sendo agradável para muitas delas. "Eu me sentia ninguém. Tinha vergonha de tirar a roupa, tomar banho na frente do meu marido, tinha vergonha de mim mesma" , lembra a dona de casa Maria José Barbosa Correia.

Comovida com essa situação, uma tatuadora de Assis (SP) desenvolveu um projeto que busca melhorar a autoestima das mulheres que passam por essa situação. Daniela Iartelli teve a ideia de fazer tatuagens por cima da cicatriz e redesenhar o mamilo. Os desenhos são feitos de graça pela tatuadora.

“Eu me comovi vendo o trabalho de um tatuador americano que desenhava flores por cima das cicatrizes. Aí eu pensei em desenhar o mamilo. Fui estudando, vendo desenhos, percebi que dava pra fazer. Fiz em uma amiga, deu certo, ficou perfeito e comecei a estudar cada dia mais para ficar no tom exato", conta.

 

Segundo o médico mastologista Carlos Giandon, em alguns casos é preciso retirar o mamilo e a auréola para garantir que o tumor não volte. "Nos casos mais graves de mastectomia é preciso tirar toda essa área, porque se o tumor voltar ele ataca principalmente essa região", explica.

Mas quem vê o trabalho da tatuadora nem desconfia que se trata de uma tatuagem. Maria Correia retirou a mama há cerca de três anos e há um mês criou coragem e fez os desenhos. A flor de cerejeira deixa o corte quase imperceptível e o mamilo parece real. "Depois que eu olhei no espelho falei nossa, tenho peito agora, nasci de novo."

Há nove anos, a dona de casa Luceni da Silva Semão tem que conviver com a cicatriz. Ela decidiu passar pelas mãos da tatuadora, mesmo com todo nervosismo. "Medo de agulha, acho que vai doer", conta.

Foi a sobrinha de Luceni, a esteticista Adrienne Jadger, quem a incentivou. O restante da família nem sabia da surpresa. “Isso vai além da autoestima, é um alerta à população para ter mais atenção, para se cuidar contra o câncer de mama", acredita Adrienne. Depois de pronto, o resultado agrada e todo nervosismo se transforma em uma sensação indescritível de felicidade. "Agora tem beleza, outra mulher."

Para Daniela, o sorriso e o olhar quando as mulheres se olham no espelho são as maiores recompensas. "Não tem dinheiro que pague a satisfação de ver essas guerreiras com a autoestima elevada, com vontade de se ver no espelho."

Para elas, os desenhos representam a vitória de uma luta difícil. A alegria de ver a tatuagem pronta é a mesma de saber que estão livres de uma doença implacável. "Eu tenho certeza que me livrei da doença só de ver a tatuagem", acredita Maria Correia.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678