Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

23/12/2015

Hospital da Mulher, na Baixada, fecha por falta de condições de atendimento

O Hospital da Mulher, em São João de Meriti, na Baixada Fluminense, fechou as portas com tapumes. Gestantes que chegavam de outros municípios em busca de atendimento tiveram que voltar. Apenas os pacientes que já estão internados, as grávidas de alto risco e as mulheres que já chegam em trabalho de parto estão sendo atendidas.

O local é considerado uma unidade de referência no atendimento às mulheres e bebês que correm risco de vida. Os funcionários do Hospital da Mulher não receberam os salários de novembro e o 13º salário.

Os profissionais de saúde afirmam que o local não possui insumos básicos, como luvas e gaze, e contam que não têm condições de trabalho para realizar nem um curativo.

Em  nota, a Secretaria de Estado de Saúde informou que o Hospital Estadual da Mulher Heloneida Studart está aberto, no entanto, o atendimento está restrito aos casos mais graves.

"É importante deixar claro que os pacientes internados na unidade permanecem recebendo assistência médica", ressaltou.

A secretaria afirmou ainda que, diante da crise financeira do Estado, a Secretaria de Estado de Saúde vem reunindo esforços, dia a dia, junto às secretarias municipais de saúde, ao Ministério da Saúde, outros órgãos do Governo do Estado e até à iniciativa privada para manter suas unidades funcionando no intuito de minimizar ao máximo possível os transtornos à população e restabelecer os serviços eventualmente suspensos ou restritos. E que os principais problemas encontram-se nos hospitais.

"Toda a movimentação feita acontece no intuito de buscar alternativas e soluções para cumprir com suas responsabilidades financeiras. O que inclui pagamento de fornecedores e Organizações Sociais de Saúde e, consequentemente, seus serviços terceirizados. O cenário só deverá se normalizar, no entanto, mediante repasses para o Fundo Estadual de Saúde", acrescentou a SES.

No Hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, também na Baixada, pacientes esperam na porta da unidade em busca de atendimento, mas as duas entradas da emergência estão fechadas.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678