Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

20/10/2015

Câncer de mama é tema de palestras no UniCEUB

Durante todo o mês de outubro está acontecendo no país a campanha Outubro Rosa, que tem como objetivo chamar a atenção para a prevenção ao câncer de mama. Neste clima, o Centro Universitário de Brasília – UniCEUB oferece, no dia 22/10, palestras que terão como temática a doença. As palestras serão no auditório da biblioteca do campus Asa Norte.

A abertura, às 18h30, terá palestra com o especialista em câncer de mama e ex vice-presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia Mauricio Cariello, que falará sobre as principais causas de morte de mulheres e explicará o porque do aumento do câncer de mama e também como é feito o diagnóstico da doença. Já as 20h20 a palestra é com a ginecologista e mastologista Miriam Monteiro, que falará sobre a prevenção ao câncer de mama, impactos psicológicos para a mulher e o estereótipo do câncer.

As palestras são organizadas pela Liga Acadêmica de Oncologia e Cuidados Paliativos e pela Liga Acadêmica de Genética. Qualquer pessoa interessada em assistir pode participar. O movimento Outubro Rosa começou na década de 1990, nos Estados Unidos, para compartilhar informações e promover a conscientização sobre o câncer de mama. A primeira iniciativa no Brasil foi em 2002, com a iluminação em rosa do monumento Mausoléu do Soldado Constitucionalista, em São Paulo.

Diagnóstico

O câncer de mama é o tipo da doença que mais acomete as mulheres em todo o mundo. A recomendação do Instituto Nacional do Câncer, Inca, é que mulheres entre 50 e 69 anos realizem mamografias a cada dois anos. Mulheres com histórico da doença devem procurar orientação médica para saber qual é o melhor tratamento preventivo. No ano de 2013, segundo o Ministério da Saúde, estimaram-se para o Brasil mais de 52 mil casos novos de câncer de mama, com uma projeção de risco de 52 casos a cada 100 mil mulheres.

"O câncer de mama é a principal causa de morte de mulheres por neoplasia, mas as chances de cura são muito favoráveis. Se descoberto em fase inicial chega a 80% de possibilidade de cura, por isso a importância da prevenção", afirma a oncologista Gabrielle Scattolin, professora do curso de Medicina do UniCEUB.

De acordo com o Inca, a maior incidência da doença é em mulheres com mais de 50 anos, e não existe uma causa única para o surgimento do tumor.

"A melhor forma de prevenção é a descoberta do câncer em estágio inicial, por isso é tão importante a realização de todos os exames periódicos", explica a professora.

Uma das principais características do câncer de mama é o surgimento de nódulos no seio. Mas outros sintomas também podem ser observados, como secreção, aumento da mama, aspecto enrijecido, surgimento de nódulos nas axilas e vermelhidão.

“O autoexame é fundamental. A mulher deve fazer a palpação das mamas com frequência e observar qualquer alteração nos seios. Porém, em alguns casos os nódulos não são palpáveis e exames como as mamografias são necessários para identificar com mais precisão do que se tratam as lesões", diz a especialista.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678