Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

24/08/2015

Casais que dividem tarefas têm vida sexual melhor

Casais que dividem as responsabilidades do cuidado dos filhos acabam se sentindo mais satisfeitos com suas vidas sexuais e com sua relação no geral, sugerem pesquisas recentes. Além da vida sexual, a divisão deixa a relação mais sólida, com menos conflitos, traz melhor comunicação e mais intimidade, disse o autor do estudo Daniel Carlson, sociólogo da Georgia State University, nos Estados Unidos.

A pesquisa foi feita com 500 pais heterossexuais e cuidado com crianças foi definido como fazer e aplicar regras; monitorar e supervisionar; distribuir punições quando normas são quebradas; elogiar quando apropriado e brincar.

Baseadas em respostas, a pesquisa dividiu os participantes em três grupos: casais em que as mulheres fazem mais de 60% do trabalho, casais em que os homens fazem 60% ou mais do trabalho e casais em que as tarefas são divididas igualmente.

Os pesquisadores descobriram que o relacionamento fica pior quando a mulher é colocada para fazer a maior parte do trabalho. Nesta situação, ambos os companheiros indicaram que a relação como um todo e a vida sexual deixava a desejar.

Quando o pai lida com a maior parte do trabalho, ambos os pais indicam que a relação como um todo estava tão bem quanto os casais que dividem as tarefas igualmente. Já as mães classificaram a vida sexual como melhor que a de casais que dividem as tarefas em 50% cada um. Mas os homens disseram ter a pior qualidade de sexo entre todos os estudados.

Os que têm uma relação mais equilibrada são os casais que dividem as tarefas com as crianças igualmente, o que, para Robin Simon, professora do departamento de sociologia da Universidade Wake Forest, não é nada surpreendente. 

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678