Newsletter
Cadastre-se e receba nossas informações
Nome
E-mail
Digite o código abaixo
 
 
Redes Sociais
   
 
Filiado à
 
 
 

Espaço Mulher

07/07/2015

Lenda do futebol feminino beija esposa e esnoba Fifa em festa por título mundial

Uma das melhores jogadoras da história do futebol feminino, Abby Wambach conseguiu, enfim, ser campeã mundial com a seleção dos Estados Unidos. Apesar de aos 35 anos não ser mais imprescindível para o time do seu país, ganhou a honra de erguer a taça do título conquistado no domingo contra o Japão, em Vancouver, no Canadá, e ainda protagonizou algumas cenas inesquecíveis após a vitória por 5 a 2 do time americano. 

Wambach é uma das principais vozes contrárias à Fifa entre as defensoras do futebol feminino. Acusou a entidade de preconceito contra as mulheres por adotar a grama sintética em todos os campos que receberam a Copa no Canadá.

Ignorada nos apelos, ela deu o troco na final, quando antes de erguer a taça, esnobou o representante da Fifa na cerimônia, Issa Hayatou, ao não apertar sua mão. Joseph Blatter, ainda presidente da entidade, não foi ao Canadá por receio da investigação que corre no FBI sobre corrupção na Fifa. 

Antes disso, foi às arquibancadas do estádio de Vancouver para beijar sua esposa, Sarah Huffman, com quem é casada desde 2012. O beijo foi simbólico pelo momento histórico que vive os Estados Unidos. Há uma semana, o país passou a reconhecer como legal o casamento de pessoas do mesmo sexo. 

“Estou tão feliz que não sei nem lhe dizer. Vendo minha família nas arquibancadas, isto é para eles. Eu juro, penso que isso é surreal, nem imagino que isso está acontecendo na vida real”, disse Wambach, que deixa a seleção dos Estados Unidos como a maior artilheira da sua história e como melhor jogadora do mundo eleita em 2012.

 
 
Parceiros
SINDICATO DOS AEROVIÁRIOS NO ESTADO DE SÃO PAULO
Av. Washington Luis, 6979 - Santo Amaro - CEP 04627-005 - São Paulo / SP
Fone (11) 5536-4678